Tocantins mantém a campanha de vacinação contra febre aftosa em maio

por Mayrla Bandeira publicado 08/04/2020 11h18, última modificação 08/04/2020 11h18
O Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), anunciou nesta terça-feira, 7, que a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa será mantida na data oficial, que é de 1º a 31 de maio.

O Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), anunciou nesta terça-feira, 7, que a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa será mantida na data oficial, que é de 1º a 31 de maio. Já a comprovação do ato, que obrigatoriamente deveria ser feito até dez dias após a compra da vacina, foi estendida para até 31 de agosto. A expectativa é vacinar aproximadamente 8,5 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos) de todas as faixas etárias.

De acordo com o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, as medidas seguem as diretrizes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) sobre a manutenção de algumas atividades essenciais de saúde animal. “A vacinação do rebanho é primordial para continuarmos com a sanidade em dia, colaborando com a economia e a segurança alimentar”, destacou, acrescentando ainda que os profissionais da instituição estão sendo orientados para evitar aglomerações de pessoas e priorizar a prevenção à Covid-19.

Os estabelecimentos que comercializam as vacinas serão notificados sobre o atendimento ao produtor rural durante a aquisição do produto, para evitarem filas de espera. As fiscalizações da Agência quanto ao recebimento da vacina, à temperatura e ao acondicionamento ocorrerão de forma organizada e em horários preestabelecidos com os lojistas. “Estaremos acompanhando durante todo o mês de maio para garantir que todos tenham acesso à vacina, sem prejuízos aos pecuaristas”, analisou o gerente de Sanidade Animal da Adapec, Sérgio Liocádio.

Declaração   

Com o prazo da declaração ampliado para 31 de agosto, o produtor terá tempo para agendar a ida ao escritório. Vale lembrar que a emissão da Guia de Trânsito Animal eletrônica (e-GTA), que pode ser feita pelo site adapec.to.gov.br na ferramenta Produtor on-line, está condicionada à comprovação da vacinação. 

As multas para quem deixar de vacinar são no valor de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade, além de ouras sanções.

Canais de atendimento

A Adapec disponibiliza no horário comercial (das 8 às 14 horas), para sanar dúvidas sobre a campanha de vacinação, os telefones 3218-2169 ou 2133, para enviar e-mails os endereços peefa.adapec@gmail.com / gsa.adapec@gmail.com. Além disso, o Disque Defesa: 0800 63 11 22.

 

FONTE: PORTAL DO TOCANTINS