Agricultura e parceiros apresentam diagnóstico para incentivo à criação de ovinos e caprinos no Estado

por crt publicado 27/10/2017 17h06, última modificação 27/10/2017 17h06
A ação tem objetivo de manutenção do Centro de Difusão Agrotecnológica, como parte do Programa de Desenvolvimento Agropecuário foi iniciada no final de 2016 percorreu 70 propriedades rurais, em 30 municípios, em sete microrregiões do Estado

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins) e o Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas (Sebrae) em parceria cm a prefeitura de Ponte Alta do Bom Jesus apresentam resultado final do Diagnóstico da Ovinocaprinocultura. O levantamento se refere à oferta e à demanda de Ovinos e Caprinos para o Desenvolvimento da Atividade e processamento de carnes e pele no Tocantins. A apresentação ocorre, nesta sexta-feira, 27, no Centro Comunitário do Município de Ponte Alta do Bom Jesus, região sudeste do Estado.

 A ação tem objetivo de manutenção do Centro de Difusão Agrotecnológica, como parte do Programa de Desenvolvimento Agropecuário foi  iniciada no final de 2016 percorreu 70 propriedades rurais, em 30 municípios, em sete microrregiões do Estado, promissoras na criação de ovinos e caprinos, para colher informações sobre as demandas, potencial e vocação produtivas como: qualidade de rebanho, sistema de abate, modelo produtivo que está sendo utilizado atualmente na cadeia produtiva, melhoria do acesso ao mercado para o pequeno produtor, como diminuir o atravessador e como escoar a produção, como comercializar seu produto e estrutura física.

De acordo com a diretora de Políticas para Pecuária da Seagro, Érika Jardim, já existe criadores de ovinos e caprinos em todas as regiões do Estado. “A proposta agora é encontrar soluções para desenvolver e organizar melhor o elo da cadeia produtiva de ovinos e caprinos, aumentar os rebanhos e produzir carne de qualidade”, afirmou.

Ação

Segundo o diretor de Gestão de Projetos da Seagro, Thiago Dourado, a ação, por meio do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), é resultado do acordo firmado entre o Governo do Estado e o Banco Mundial. “A intenção é melhorar a sanidade dos alimentos, a produtividade dentro da propriedade rural e desenvolver mecanismos de acesso a mercados para pequenos produtores”, argumentou.

Revitalização

A proposta também é revitalizar o módulo irradiador de caprinos e ovinos, localizado em Ponte Alta do Bom Jesus, que está desativado desde 2011. A partir de 2015, o Governo do Estado retomou as atividades de incentivo à criação no Estado. “A intenção é que este módulo irradiador seja um local de transferência de tecnologia para os produtores de ovinos e caprinos do Estado”, acrescentou a diretora Érika Jardim.

FONTE: PORTAL DO TOCANTINS